No aniversário de Nossa Senhora, nasce o site “O Tempo Todo”

João Carlos Pereira

www.otempotodo.com

Há tempos estou guardando uma notícia que somente hoje posso revelar. A data escolhida não foi por acaso. Ansiei por esse dia apoiado em duas razões: hoje é aniversário de minha Mãe e, devido à data, da realização do primeiro Círio da história. Minha Mãe nasceu provavelmente no ano 15 antes de seu Filho, Jesus Cristo. Depois que Ele partiu para junto do Pai, viveu mais 27 anos, até adormecer por completo. Hoje é dia da natividade de Nossa Senhora de Nazaré.

Como a notícia tem tudo a ver com Ela, reservei o 8 de setembro para avisar que meu site está no ar. Está em fase de finalização, é verdade, mas já pode ser visitado. Estamos tirando os tapumes e, em poucos dias, ficará prontinho. Mas se havia necessidade de escolher uma data para dizer que ele existe e está à espera dos visitantes, nenhuma outra seria melhor que a de hoje.

O site é simples, bem leve, mas possui domínio internacional. Não se trata de um portal notícias, como o excelente do amigo Guarany Jr.; ou o G1 ou UOL, ou tantos outros. É um espaço meu e de meus convidados. Uma espécie de agenda pessoal voltada para a literatura e para o jornalismo. Em especial o jornalismo ligado ao Círio. Por isso a data de hoje para constar em sua certidão de nascimento.

De cima para baixo, o leitor encontrará, uma vez por semana, quatro convidados. Para começar, escolhi textos de Bruno de Menezes, Edy-Lamar d´Oliveira, Denis Cavalcante e Lindanor Celina. Sempre dois vivos e dois que já nos deixaram. O visitante clica na imagem e aparece o texto.

Minhas crônicas mais recentes estarão lá. À medida em que for publicando a chamada, elas aparecerão no site. Haverá também uma coluna semanal, com atualização diária, se for necessário, apenas com notícias do panorama cultural da nossa terra. Também uma vez por semana gravarei um podcast com profissionais da imprensa ligados ao Círio. Para o podcast de estréia convidei minha querida amiga e excelente companheira da TV Liberal, onde chefia redação, a jornalista Simone Amaro.

Haverá também um programa que pretendo apresentar duas vezes por semana  “Círio Sempre”, que irá ao ar de agosto a outubro. Depois será substituído por outro em fase de produção, ligado também à cultura religiosa. Essa será uma grande surpresa.

A revista “Landeira” estará disponível em PDF e haverá uma coluna de comportamento, escrita pela psicóloga Mariana Pereira, que, não por ser minha filha, é excelente profissional.

A equipe é pequena, porque ainda não posso arcar com salários e encargos. Em vez de equipe, deveria ter dito EUquipe, porque estarei à frente de todas as ações, da produção à apresentação dos programas. Eu sozinho. Deus e eu. Nossa senhora de Nazaré e eu. A Ela entrego,confio e consagro o site.

Com a idade que tenho, não posso esperar ser convidado para trabalhar em lugar nenhum. Um repórter com 38 anos de atividades já está mais para se aposentar do que para começar. No meu caso, estou mais para começar do que para parar. Serei repórter de mim mesmo. Chefiarei meus projetos e eu mesmo os executarei. Se tiver de demitir o repórter, o farei sem dó e piedade. Logo depois me arrependerei e o recontratarei. Ele, apaixonado pela profissão, e sabendo que encontrará portas abertas neste site, voltará correndo.

Muita gente me pergunta por que não faço reportagens na TV Liberal. Fazer até faço, às vezes, mas minha função lá é outra. Sou comentarista e não repórter do que chamamos de “geral”. Há muitos anos, décadas, estou lá e na TV Liberal me sinto em casa. Todos me tratam com tanto carinho, que chego a me sentir membro da equipe. Às vezes quando entro na Redação e ainda nem se fala em Círio, sempre tem um engraçadinho que diz: “ei, o João por aqui, vão antecipar o Círio?” É uma gargalhada geral. Vou de mesa em mesa, brinco com um, abraço outro, puxo uma cadeira e me sento para uma conversa que nunca pode ser muito longa, porque todos trabalham contra o tempo. Em televisão é assim. Eu adoro a TV Liberal e, enquanto me quiserem por lá, estarei disponível. O trabalho no site não impedirá as eventuais participações ao lado de meus amados companheiros, que me acolhem como a um irmão mais velho. No caso, lá, o mais velho de todos. Tirando o Ivo Amaral, é claro.

Então, perguntaríeis, para que o site? Porque o site é um espaço meu. Aos poucos vou aprender a mexer nas ferramentas. Assim que puder, pretendo adquirir equipamentos e fazer a minha rádio, o meu jornal e a minha TV num único espaço. Não concorrerei com ninguém, porque o propósito não é esse, nem posso, mas farei o jornalismo que tanto amo, aproximando a notícia da literatura da nossa terra.

8 de setembro é o aniversário de Nossa Senhora de Nazaré e do site www.otempotodo.com

Esse nome, preciso registrar, foi uma sacada genial do Guarany Jr. Conversávamos sobre o projeto, no auge da pandemia, quando ele me perguntou se já havia escolhido o nome. Falei alguns títulos que me vieram à cabeça e, quando disse que queria estar o tempo todo falando de Círio, ele pulou: “se você não for usar o tempo todo – tudo junto – eu quero para mim.” Assim nasceu o www.otempotodo.com

Obrigado, Guarany. De coração.

Se haverá publicidade? Sim. Claro que sim. Mas essa é a segunda etapa. Como vou poder pagar uma folha de funcionários tão grande, sem suporte financeiro? A menos que ganhe sozinho o prêmio da Loteria, da Lotofácil, da Caixa Econômica Federal, (esse seria o primeiro “merchan?”) dispensarei os anúncios. Mas acertar os 15 números é algo tão incerto como o dia de amanhã.

Por enquanto, deixo o convite a todos: visitem o site e deixem mensagens.

Assim que eu estiver tinindo, as crônicas serão publicadas apenas lá. Por enquanto, me empenho em aprender. Se eu errar – e com certeza errarei bastante – faço, desde agora, apelo semelhante ao de São João Paulo II, no dia em que se apresentou ao mundo, no balcão principal da Basílica de São Pedro. Polonês de nascimento, ele teria, a partir daquele momento, de se comunicar bastante em língua italiana, já que era o Bispo de Roma. Coberto de humildade, pediu: se eu errar, vós me corrigireis.

Eu não posso imitar o Papa-Santo, que usou o SE. A vós eu apelo: quando eu errar, toda vez que eu errar, vós me corrigireis. Confio no ensinamento de Jesus a Pedro, quando ele quis saber do senhor quantas vezes deveria perdoar o irmão. Jesus disse e São Mateus replicou, no capítulo 18, versículos de 18 a 35, a fórmula: 77 x 7 vezes. Espero não errar tanto, mas desde agora conto com a generosidade dos visitantes.

Vão lá. Visitem o site especializado em Círio. Ele estará otempotodo, no celular ou no computador, com vocês. Ou convosco, para ficar na forma vós.


João Carlos Pereira é jornalista, escritor, professor, membro da Academia Paraense de Letras.
Facebook
| Blog

Imagem: Walter Firmo. Procissão do Círio de Nazaré, 1992. Enciclopédia Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras

Crônica

Ignatiana Visualizar tudo →

IGNATIANA é um blog de produção coletiva, iniciado em 2018. Chama-se IGNATIANA (inaciana) porque buscamos na espiritualidade de Inácio de Loyola uma inspiração e um modo cristão de se fazer presente nesse mundo vasto e complicado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: