Não tenhais medo

Devemos temer e cuidar para não sermos covardes, incoerentes e infiéis ao projeto de Deus, senão seremos protagonistas da destruição da humanidade, seremos fadados a sofrer o “inferno” da história humana.

— Simone Furquim Guimarães (Cebi-DF)

Leia mais Não tenhais medo

O ser humano está “faminto de raízes”

Na “parábola do semeador”, Jesus compara nosso interior com um campo dotado de diferentes “espécies” de terra, mas habitado por uma semente de vida. A semente é poderosa e eficaz. Mas estão em jogo nossa acolhida e nossa receptividade: podemos permanecer no nível da superfície; podemos nos deixar prender por outros interesses ou prioridades sensíveis; ou podemos nos abrir às dimensões mais profundas de nós mesmos, à nossa “terra boa”, ao nosso “bom lugar”.

— Pe. Adroaldo Palaoro, SJ

Leia mais O ser humano está “faminto de raízes”

Água – Benção e Vida

Só uma nova cultura de gestão da água, o cuidado
com a Casa Comum e a conversão ecológica,
segundo a ecologia integral, poderão salvar esse bem,
natural e sagrado – nossa água não pode virar 'negócio'.
Vamos impedir o uso destrutivo dela.
Não façamos como Pilatos ao lavar as mãos.

— Joana Eleuthério

Leia mais Água – Benção e Vida

A santa nas mãos de um Papa que viraria santo

A breve aparição da santa teve uma repercussão inimaginável. A cidade inteira se sentia abençoada por João de Deus, quando acolheu em suas mãos o maior de todos os ícones da mais importante procissão católica do mundo. Foi a melhor homenagem que o Papa polonês poderia ter prestado aos paraenses. Se tivesse descido do avião e, da porta da aeronave, houvesse abençoado a cidade com a santinha, a comoção da visita não caberia no coração dos fieis.

— João Carlos Pereira

Leia mais A santa nas mãos de um Papa que viraria santo

Vinho novo

Jesus critica esse rigorismo e imposição da Lei. Ele vai dizer que é como odres velhos, pois são fechados em suas tradições antigas e engessadas. Enquanto eles estiverem com suas concepções antigas sobre a Lei de Deus (formalismos rituais e doutrinários) não poderão se renovar; são incompatíveis com a Boa Nova, a novidade mostrada por Jesus (vinho novo).

— Simone Furquim Guimarães (Cebi-DF)

Leia mais Vinho novo

Benedicto Mello e a tela da Amazônia

Mestre da pintura em Belém, ao lado de Ruy e João Pinto Martins, foi decisivo para a implantação do pensamento renovador aqui. Era um dos vértices da Trindade Santa da arte moderna entre nós. Sem Benedicto Mello, haveria muitas páginas em branco no livro ainda não escrito, ou, se escrito, não publicado, sobre pintores paraenses do século XX.

— João Carlos Pereira

Leia mais Benedicto Mello e a tela da Amazônia

Um coração sem distância

Inútil discutir e dar voltas: o distanciamento social veio e começou a fazer parte do nosso ritmo cotidiano; não nos resta outro remédio a não ser tomar medidas para aprender a manejá-lo e a incorporá-lo em nossa vida da maneira menos danosa possível.

O evangelho deste domingo pode nos oferecer uma inspiração neste momento dramático que vivemos.

— Pe. Adroaldo Palaoro, SJ

Leia mais Um coração sem distância