Categoria: Simone Furquim Guimarães

A Luz venceu as trevas

A Igreja celebra hoje o sétimo dia da Oitava de Natal para que continuemos a refletir sobre este evento tão importante na nossa vida cristã.  O Evangelho de João 1,1-18 é um poema de revelação profunda sobre a origem do Menino que nasceu.

— Simone Furqum Guimarães

Leia mais A Luz venceu as trevas

Benedictus

Zacarias teve que passar por um processo de conversão; ou seja, mudar seu jeito de pensar e enxergar o mundo; entender que o messias vem do povo, sobretudo do povo sofrido e não da corte ou da elite. A salvação e a justiça acontecem a partir dos injustiçados.

— Simone Furqum Guimarães

Leia mais Benedictus

Avós do Menino Deus

Que neste período do Advento, possamos também aprender com as mulheres fortes, avós do Menino Deus, a virtude da fé, da coragem para promover vida justa para todos, sobretudo os mais vulneráveis de nossa sociedade.

— Simone Furqum Guimarães

Leia mais Avós do Menino Deus

Tempo de Deus

Que neste período do Advento seja tempo propício (tempo kairós, tempo de Deus) para atendermos o chamado de Jesus e seguir o seu caminho.

— Simone Furqum Guimarães

Leia mais Tempo de Deus

Um reino que humaniza

esus adverte que a oração e vigilância são importantes para não sermos atacados pelas devassidões e embriagues deste mundo. Ele vai dizer que as tentações deste mundo torna nosso coração pesado. Ou seja, passamos a pensar e agir conforme a visão deste mundo e não conforme o projeto que Deus quer para a humanidade.

— Simone Furqum Guimarães (Cebi/Planalto Central)

Leia mais Um reino que humaniza

Persistir na justiça e na fé

A leitura do Evangelho de hoje é Lc 18,1-8. É uma parábola em que Jesus mostra dois personagens: um juiz que “não teme a Deus” e “não respeita as pessoas”; este juiz é um homem surdo à voz de Deus e indiferente aos sofrimentos dos oprimidos. De outro lado, a parábola fala de uma viúva que tem fé e que protesta, pedindo justiça, apesar da insensibilidade do juiz.

— Simone Furqum Guimarães (Cebi/Planalto Central)

Leia mais Persistir na justiça e na fé

O deus Dinheiro

A leitura do Evangelho de hoje é Lc 16,9-15. É uma conclusão crítica que Jesus faz sobre o administrador desonesto da parábola do texto anterior (Lc 16,1-8), que furtou o dinheiro do patrão para garantir seu futuro. Também é uma provocação para refletirmos como lidamos com o dinheiro ou como vivemos na lógica do acumulo de bens materiais e da exploração.

— Simone Furqum Guimarães (Cebi/Planalto Central)

Leia mais O deus Dinheiro

Projeto de amor

Jesus conta uma parábola da figueira que não produzia frutos, porém não fora cortada. Isto quer dizer que Deus é paciente com seus filhos para que se convertam e produzam frutos para o Reino, frutos de Justiça instaurada por Jesus.

— Simone Furqum Guimarães (Cebi/Planalto Central)

Leia mais Projeto de amor