Vulneráveis

Simone Furquim Guimarães

Estamos no período da quaresma e, infelizmente, estamos vivendo um período de quarentena para o combate do COVID19. É um tempo de muita reflexão e ação, mesmo que limitada a nossas saídas de casa. A vida está levantando questões e nos provocando a pensar e agir soluções diante das várias consequências que este vírus trouxe.

Uma das consequências terríveis que não é tão noticiado pelas mídias é a da completa vulnerabilidade de nossos irmão e irmãs que estão vivendo em situação de rua. Como alertar essas pessoas a ficar em suas casas se elas não têm casa? Como orientá-las aos cuidados de higienização se elas não têm lugar e nem material sanitizante para fazê-lo? Como alertar essas pessoas para que se alimente bem para adquirir defesas se não têm o que comer?

Este tempo da quaresma e de quarentena é tempo kairós (do grego: tempo de Deus). Deus nos chama a sermos verdadeiros cristãos/ãs. Ser cristão é viver como Jesus Cristo viveu e ensinou. Para Jesus, a justiça social supõe o acesso de todas as pessoas aos Direitos Humanos, especialmente as mais vulneráveis, conforme o Evangelho de Mateus:

Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e foste me ver.

Mt 25,35-36

Diante do desamparo de nossos irmãos e irmãs que estão vulneráveis ao vírus do pânico e da morte, Deus nos chama a sermos profetas; profetas da justiça social:

Eu, Javé, te chamei para o serviço da justiça, tomei-te pela mão e te modelei. Eu te constituí como aliança do povo, como luz das nações.

Is 42,6ss

Justiça social visa combater a exclusão social, através de serviços que ajudem a superar ou a sair da situação de vulnerabilidade social. Está baseada na igualdade de direitos e na solidariedade coletiva.

Uma das ações de solidariedade que podemos praticar diante de nossas limitações neste período de quarentena é apoiar financeiramente as entidades que estão envolvidas diretamente com a população em situação de rua, e, sobretudo pressionar o governo a agir com políticas públicas que garantam estrutura e bens para proteção desses nossos irmãos e irmãs.

Durante este período da quaresma, façamos nossa oração, jejum e caridade para com nossos irmãos e irmãs mais vulneráveis!


Simone Furquim Guimarães é mestre em Teologia na linha bíblica. Tem experiência na área de Leitura Popular da Bíblia no Centro de Estudos Bíblicos (CEBI).

Esta reflexão bíblica foi originalmente apresentada no Programa de Justiça e Paz, produzido pela Comissão de Justiça e Paz da Arquidiocese de Brasília, que vai ao ar todo sábado, às 11:00, na Rádio Nova Aliança.

Imagem
ATELIÊ 15
Instagram | Facebook | WhatsApp | Loja

Justiça e Paz Palavra de Deus

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: