Cuscuz de berinjela [sexta sem carne]

Lylia Diogenes *


A Quaresma é sinal sacramental de conversão. Ela chama os cristãos a encarnarem, de forma mais intensa e concreta, o mistério pascal na sua vida pessoal, familiar e social, particularmente através do jejum, da oração e da esmola.

Jejuar, isto é, aprender a modificar a nossa atitude para com os outros e as criaturas: passar da tentação de «devorar» tudo para satisfazer a nossa voracidade, à capacidade de sofrer por amor, que pode preencher o vazio do nosso coração.

Orar, para saber renunciar à idolatria e à autossuficiência do nosso eu, e nos declararmos necessitados do Senhor e da sua misericórdia.

Dar esmola, para sair da insensatez de viver e acumular tudo para nós mesmos, com a ilusão de assegurarmos um futuro que não nos pertence.

E, assim, reencontrar a alegria do projeto que Deus colocou na criação e no nosso coração: o projeto de amá-Lo a Ele, aos nossos irmãos e ao mundo inteiro, encontrando neste amor a verdadeira felicidade.

Papa Francisco. Mensagem para a Quaresma de 2019


Hoje nossa “Sexta sem carne” tem um delicioso “Cuscuz de berinjela”. Um prato completo, fácil de fazer e que fica uma delícia.

Se você quiser ver alguma sugestão especial para nossa “Sexta sem carne” é só colocar nos comentários que vou procurar atender o seu pedido.

Cuscuz de berinjela

Ingredientes

1 berinjela grande cortada em cubos;
1 cebola média cortada em cubos;
3 colheres (sopa) de azeite;
2 dentes de alho picadinhos;
2/3 de xícara (chá) de ervilha fresca;
2//3 de xícara (chá) de pimentão vermelho (pode substituir por aquele de sua preferência);
1 cenoura média ralada no ralo fino;
1 xícara de palmito picado (separe algumas rodelas para decorar);
— como não tinha coloquei azeitonas e enfeitei com ovos cozidos e tomates —
2 tomates sem pele e sementes picados em cubos;
sal e pimenta gosto;
cheiro verde a gosto;
3 xícaras (chá) de farinha de milho flocada;
água quente o quanto baste.

 

Como fazer

  • Em uma panela leve o azeite para aquecer e refogue a cebola até ficar translúcida; acrescente o alho e na sequência o pimentão vermelho, refogue por aproximadamente 3 minutos.
  • Em seguida acrescente os tomates picados, a cenoura ralada e depois a berinjela, refogue até a berinjela estar bem cozida e depois coloque as ervilhas e o palmito.
  • Se necessário vá colocando água quente aos poucos para o refogado ficar bem molhadinho.
  • Tempere com sal e pimenta e acrescente o cheiro verde;
  • Aos poucos vá adicionando a farinha de milho e mexendo sempre.
  • Se o seu refogado estiver bem molhadinho pode colocar as 3 xícaras da farinha, caso contrário não coloque tudo para que o cuscuz não fique muito duro; cozinhe por aproximadamente cinco minutos e está pronto.

 

Montagem

  • Gosto de montar o cuscuz nas formas de buraco no meio, mas você poderá colocar em um refratário.
  • Se for usar a forma de buraco, antes decore o fundo e as laterais com azeitonas, rodelas de palmito, tomate, ervilha, o que você preferir, depois coloque o cuscuz, apertando bem a massa na forma.
  • Leve pra gelar ou sirva em temperatura ambiente.

 

cuscuz-de-berinjela

* Lylia Diogenes é jornalista e digital influencer. Editora do blog Simples Assim.

simples-assim

Gastronomia e culinária

1 comentário Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: