Leiga vivenciando a espiritualidade inaciana

Ednorma Vaz

Conheci a espiritualidade inaciana em 1991, após participar de uma Caça ao Tesouro, organizada pelo Noviciado Nossa Senhora da Graça, em Feira de Santana, Bahia, durante a festa de Santo Inácio daquele ano. Para encontrar o tesouro, eu tinha que conhecer a vida do Santo, pois as pistas foram espalhadas ao longo da cidade, em locais que lembravam a sua peregrinação e conversão, tais como o Exército, a Igreja Nossa Senhora Aparecida, a biblioteca, entre outros. A partir de então, fui me apaixonando por esse homem que, de início, não tinha nada de santo: era vaidoso, teimoso, valente, determinado, boêmio, enfim gente como nós que após a bala de canhão se viu derrotado, dando início a uma nova etapa de vida.

Diferentemente de Santo Inácio, eu comecei com uma vitória: ganhei o tesouro, descobri a espiritualidade inaciana! Desse dia para cá minha vida também mudou, semelhante à parábola que Jesus contou: “o reino dos céus é como um tesouro escondido num campo. Um homem o encontra…” (Mt 13, 44).

Depois, fui convidada pelo Pe. Emílio Magro, SJ a conhecer a espiritualidade inaciana através da CVX. Nunca tinha ouvido falar que pessoas viviam em comunidade de vida cristã, sendo leigos e morando em suas casas com as respectivas famílias. Sim, era possível! Além do mais, conheci um jeito de rezar totalmente diferente do que havia aprendido com os meus pais e na Igreja. Agora eu rezava com os Exercícios de Santo Inácio, meditando, contemplando e trazendo a palavra para a minha vida, ordenando e buscando encontrar a vontade de Deus com orações diárias, retiros, encontros, etc.

Com os Exercícios, passei a ver as pessoas e o mundo de forma diferente, ou melhor, eu fiquei diferente.

Sempre costumo dizer que o meu encontro com os jesuítas e a espiritualidade inaciana foi um divisor de água na minha vida. Com os Exercícios, passei a ver as pessoas e o mundo de forma diferente, ou melhor, eu fiquei diferente. Percebi, com a oração, que a minha escuta era maior e a minha forma de me relacionar com Deus passava a ser diferente: de um Deus distante todo poderoso para um Deus encarnado, próximo a mim e que me ama incondicionalmente.

Com o passar do tempo, outras pessoas também começaram a vivenciar tal experiência: os jovens com o Magis, os adultos através dos retiros de Advento e Natal, da Quaresma. Os que queriam se aprofundar mais iniciaram um Grupo de Jesus, com o Pe. Netto, SJ e cada um ia fazendo as suas experiências isoladamente.

No dia 19 de setembro de 2020, durante sua visita ao noviciado, Pe. Laércio Lima, SJ, secretário para Colaboração, Fé e Espiritualidade da Província dos Jesuítas do Brasil, convidou para uma reunião algumas pessoas da paróquia que já vivenciavam a espiritualidade inaciana de alguma forma, sendo apresentada a proposta de juntarmos as forças para formar um Núcleo Inaciano. Pe. Laércio falou da sua missão como secretário de animar e ajudar as regiões do Brasil para assumirem e dar corpo à primeira preferência da Companhia de Jesus: mostrar o caminho para Deus através dos Exercícios Espirituais e do discernimento. Ele nos lembrou a importância da unidade para alcançar nossos objetivos comuns e nos fortalecer. Colocou-se à disposição para ajudar no que fosse necessário, surgindo assim o Núcleo Inaciano de Feira de Santana que é composto por membros da CVX Amar e Servir, do Espaço Magis, do Noviciado Nossa Senhora da Graça, da Escola João Paulo II, o Grupo de Jesus, as irmãs religiosas Filhas de Jesus e o pároco Pe. Ailsom Salaroli.

Com essa união de forças, estamos tentando vivenciar o caminho que leva a encontrar Deus no cotidiano, como proposta de crescimento humano, cristão e espiritual para a paróquia, levando a uma transformação pessoal usando o tripé ver, discernir e agir, que nos ajuda a ver nossa realidade e agir como sujeitos, buscando mais amar e servir a Deus. Pela oração inaciana, vamos descobrindo o quanto Deus nos ama incondicionalmente, nos chama e nos envia em missão, despertando para a realidade social e abrindo nossos corações para a justiça e para a solidariedade. Neste um ano e meio de atividades, conseguimos como núcleo realizar algumas atividades em comum, como: Escola de Fé e Vida, lucernários, retiros do Advento e Natal, retiro Quaresmal, Semana de Oração Acompanhada, noites de espiritualidade. Os encontros do Núcleo são mensais, pois todos os grupos também têm as suas atividades individuais.

A partir de então verificamos na prática que não estamos sozinhos e podemos trocar experiências com pessoas que seguem a mesma espiritualidade.

Tomamos consciência de que a maneira de vivermos a nossa vocação de forma isolada oferecíamos pouco à paróquia e quando unimos as forças nos sentimos chamados a uma maior identificação com a missão de Cristo, principalmente compartilhando a experiência dos Exercícios Espirituais. Assim, podemos convidar mais pessoas a juntar-se a nós na alegria de anunciar o Evangelho, como nos convoca o Papa Francisco na exortação apostólica Evangelii Gaudium:

A Alegria do Evangelho enche o coração e a vida inteira daqueles que se encontram com Jesus. Quantos se deixam salvar por Ele são libertados do pecado, da tristeza, do vazio interior, do isolamento. Com Jesus Cristo, renasce sem cessar a alegria.

Evangelii Gaudium, 1

x


Ednorma Vaz é leiga, pertencente à Comunidade de Vida Cristã (CVX), comunidade Amar e Servir, Feira de Santana (BA).

Imagem: Ligia de Medeiros — Azulejo de azulejos
[Instagram | site]

Comunidade de Vida Cristã (CVX) Espiritualidade cristã Leigas e leigos

Ignatiana Visualizar tudo →

IGNATIANA é um blog de produção coletiva, iniciado em 2018. Chama-se IGNATIANA (inaciana) porque buscamos na espiritualidade de Inácio de Loyola uma inspiração e um modo cristão de se fazer presente nesse mundo vasto e complicado.

4 comentários Deixe um comentário

  1. Que leitura agradável Ednorma…e como me identifiquei com ela…
    Conhecer e vivenciar a espiritualidade inaciana me transforma à toda hora…quando deixo de lado o meu impulso e pergunto à Deus…oque fazer… Sou da paróquia Santa Teresinha em Indaiatuba e temos aqui dois núcleos iniciamos… Um no Mosteiro e outro da paróquia à qual pertencemos … Nossos encontros são semanais…alternados entre presencial e presencial…
    Durante a pandemia e por alguns acontecimentos em minha vida me afastei *presencialmente” do grupo…mas minha vivência na espiritualidade inaciana continua…com as orações diárias…pois transformaram meu viver…
    Deus abençoe seu trabalho minha querida amiga de caminhada…

    Curtir

  2. Parabéns, Norma, pela linda caminhada ao lado de Cristo e dos mais necessitados. Achei seu testemunho belíssimo! Que Deus renove suas forças e lhe dê sabedoria par continuar a experienciar o amor de Deus no irmão💕
    “Em tudo amar e servir”

    Curtir

Deixe uma resposta para GINA TORRES REGO MONTEIRO Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: