Tag: Exercícios Espirituais

Joio e Trigo — Duas Bandeiras

Santo Inácio de Loyola nos seus Exercícios Espirituais propõe uma meditação paradigmática das Duas Bandeiras. Uma comparação entre a parábola de Mateus e a meditação inaciana poderia nos ajudar aprofundar a nossa busca de ser trigo no celeiro de Deus e de ser soldado de Cristo combatendo contra o joio e contra o maligno no tempo atual.

— Cyril Suresh, SJ

Leia mais Joio e Trigo — Duas Bandeiras

Alma de Cristo

Alma de Cristo, santificai-me.Corpo de Cristo, salvai-me.Sangue de Cristo, inebriai-me.Água do lado de Cristo, lavai-me.Paixão de Cristo, confortai-me.Ó bom Jesus, ouvi-me.Dentro de vossa chagas, escondei-me.Não permitais que me separe de vós.Do espírito maligno defendei-me.Na hora da morte chamai-me emandai-me ir para vós,para que com vossos Santos vos louvepor todos os séculos dos séculos.Amém. Anima Christi,…

Leia mais Alma de Cristo

O discernimento (inaciano) em política – notas

Nas letras e instruções de Santo Inácio, aparece a prática incansável do discernimento social, com a precisão seguinte: há discernimento continuo porque Inácio busca a melhor adequação dos MEIOS e do FIM. Na “Meditação dos três homens para abraçar o melhor”, nos Exercícios Espirituais, Inácio se distancia tanto do utilitarismo como do idealismo, praticando a arte de ajustar os meios ao fim: o discernimento em vista de um maior serviço divino e bem mais universal.

— Thierry Linard de Guertechin, SJ

Leia mais O discernimento (inaciano) em política – notas

Exercícios Espirituais e Internet

O bom uso da Internet nos acompanhamentos de Exercícios Espirituais Nos últimos dias veio-me uma moção interna para que eu escrevesse umas linhas muito pessoais, a partir de minha prática, sobre o tema acima. Dirijo-me a você, que tendo-se apaixonado pela espiritualidade dos Exercícios Espirituais (EE) e desejoso de responder a um apelo do Alto,…

Leia mais Exercícios Espirituais e Internet

O Princípio e Fundamento e o Salmo 23: o que estes dois textos têm em comum, além do número 23?

Joana Eleuthério * Ramón F. de La Cigoña ** Lemos o texto com a nossa história e o rezamos da mesma forma.   O SENHOR É O MEU PASTOR, NADA ME FALTARÁ… Peço-Lhe a serenidade dos meus afetos ordenados para me experimentar como sujeito criado para louvar, reverenciar e servir a Deus nosso Senhor. 

Leia mais O Princípio e Fundamento e o Salmo 23: o que estes dois textos têm em comum, além do número 23?