Presença divina  em  tempo de guerra

Pe. Paulo Lisbôa, SJ

Entre tantas e variadas notícias sobre esta terrível guerra que já chega ao curso de 30 dias, eu quero trazer hoje para você dois acontecimentos que podem consolá-lo, olhando-os através de uma visão de fé. Os dois fatos são ações eclesiais com repercussão global e que podem diminuir as tensões hodiernas, pois apresentam o cuidado presencial de Deus, que jamais falta. Deus continua cuidando do que é seu! Sem longos comentários, vamos aos fatos.

1o. fato – A promulgação de uma nova Constituição Apostólica

Trata-se em síntese da tão desejada Reforma da Cúria Romana. E se vamos às origens, já em março de 2013 os Cardeais reunidos para o Conclave eram unânimes em desejar que a Reforma da Cúria Romana fosse a grande prioridade do novo Papa, em substituição a Bento XVI.

Após nove anos de trabalho assíduo o nosso atual Papa Francisco e seus cardeais assessores diretos dão por terminada a obra a eles confiada.

A Constituição tem como palavras latinas iniciais “Praedicate Evangelium” (Pregai o Evangelho), promulgada na data de 19 de março último. Eu penso não ser mero acaso que tal promulgação se desse na solene festa litúrgica de São José. Afinal, o pai adotivo de Jesus já desde o pontificado de Pio IX é cultuado também como padroeiro universal da Igreja, certamente para que continuasse a livrar a mesma Igreja de todos os males. Aliás. foi a 19 de março de 2013 que Francisco assumiu solenemente sua função de Pastor Universal do rebanho de Cristo!

Esta atual Constituição que estabelece legalmente toda a organização da chamada Cúria Romana ou o escritório central da Igreja no Vaticano, vai substituir a que vigorava desde 1989 a “Pastor Bonus” (Bom Pastor), do Papa João Paulo II. Entrará em vigor no dia 05 de junho próximo, solenidade de Pentecostes. Saiba também que esta é a quinta Reforma da Cúria Romana na história da nossa Igreja Católica.

Entre tantas pequenas e grandes mudanças estruturais, eu penso que para a grande maioria dos fiéis Leigos cristãos, o que mais  interessará saber é o que lhes diz respeito, em termos de visibilização participativa. Pois então, é preciso saber que na parte dos Princípios Gerais fica especificada a extensão nessa participação, ao deixar claro que todos os batizados podem ser nomeados para funções de governo na Cúria Romana. Assim se expressa o documento: “Todo cristão, em virtude do Batismo é um discípulo-missionário na medida em que encontrou o amor de Deus em Cristo Jesus. Não se pode ignorar isso na atualização da Cúria, cuja reforma, portanto deve incluir o envolvimento de leigas e leigos, também em papéis de governo e responsabilidade”.

Esta inclusão, se bem nos recordamos, estabelece oficialmente e agora regularmente, o que nestes últimos anos vinha sendo realizado quase como experiências em nomeações de leigos para serviços nas Secretarias dos chamados Dicastérios romanos, caso por exemplo de Paolo Ruffini, um leigo graduado em comunicação, escolhido para ser o prefeito do Dicastério para a Comunicação. Já vem ocupando a função faz quase dois anos.

Podemos então ver realizado aquilo que no Concílio Vaticano II na Constituição “Lumen Gentium” (Luz dos Povos) sobre a Igreja em seu capítulo IV, todo ele dedicado aos Leigos já dizia, especialmente nos números 34, 35 e 36. Deve ser portanto motivo de muita ação de graças a Deus nestes dias, este fato da conclusão do extenso trabalho da nova Constituição Apostólica da nossa Igreja Católica.

2o. fato – A consagração da Rússia e Ucrânia ao Coração de Maria-

No dia 15 de março último a Sala de Imprensa da Santa Sé em Roma anunciava que o Papa Francisco resolvera realizar um gesto de profunda repercussão global, neste momento crítico de convulsão mundial. Ele se dispôs a consagrar os dois países em litígio, Rússia e Ucrânia, ao Imaculado Coração de Maria. Ao mesmo tempo fez o convite aos Bispos católicos do mundo que o acompanhem com seus fiéis, nesta ação que se dará na próxima sexta feira, 25 de março próximo, durante a Celebração da Penitência, na Basílica de São Pedro. No mesmo horário vespertino o esmoleiro do Papa, Cardeal Konrad Krajewski, como enviado papal, pronuncia a mesma consagração na Basílica de Fátima (Portugal).

Tomar conhecimento desta alvissareira notícia deve ser para nós motivo de comunhão cristã, pela intercessão da Virgem Maria e de São José, ambos pessoas de Paz. E eu daria mais uma sugestão para vocês, queridos/as amigos/as : vamos nos dispor a participar, nem que seja pelo pensamento, desta ação litúrgica global, que tem lugar em Roma às 13 horas (horário de Brasília). Esta ação poderá ser acompanhada pela Radio Vaticano (News va) via satélite e ao vivo. Certamente a ação em si mesma vai mexer com os ressentimentos de muita gente que está mais envolvida mais responsavelmente com o conflito bélico. Deus queira !

Não nos deixemos levar pelas vozes dissonantes que porventura se levantem contra esta proposta papal tão grandiosa e de valor incalculável. Digo isso porque antes de ontem quando eu me preparava para escrever esta crônica recebi um desses vídeos que aparecem nas redes eletrônicas com palestras de católicos sectários, contrários ao que o Espírito Santo inspirou à nossa Igreja reunida no Concílio Vaticano II. No caso, a palavra esbravejante era de um padre católico, um frade que pela veste seria um carmelita, chamado Frei Tiago de São José !!! Tive muita paciência de ouvi-lo por 50 minutos, pois eu precisava dar uma resposta à pessoa que me enviara o vídeo, a fim de orientá-la. Lastimável a atitude do Frei, que merece a nossa compaixão, perdão e muita misericórdia!

No início desta crônica eu dizia que Deus continua cuidando do que é seu. Isso se torna agora uma verdade inabalável. O universo e o nosso pequeno planeta terra povoado de seres humanos criados por amor, continua recebendo os bons cuidados de Deus, também em situações difíceis como as que passamos neste momento. Sabemos que Ele não intervém na liberdade das pessoas, individual ou coletivamente. Contudo, Ele coloca e oferece recursos necessários no nosso meio ambiente social, político e religioso, para que sejam trabalhados por lideranças e pessoas de boa vontade, em vista das melhores soluções.

Termino dizendo e afirmando para você e com você, que o nosso atual Papa Francisco é o sinal mais evidente de que Deus cuida de sua criação e neste tempo de beligerância concede-nos através de fatos como estes dois apresentados, a graça da paciência e da persistência no Bem e no Amor que vencerão! Outros fatos acontecerão e irão fazendo parte da História da Salvação!

23 de março de 2022

IHS


Paulo Lisboa é licenciado em Letras e bacharel em Filosofia e em Teologia, é sacerdote jesuíta com grande experiência na formação de jovens jesuítas e na orientação dos Exercícios Espirituais de Santo Inácio de Loyola (EE). 

Igreja

Ignatiana Visualizar tudo →

IGNATIANA é um blog de produção coletiva, iniciado em 2018. Chama-se IGNATIANA (inaciana) porque buscamos na espiritualidade de Inácio de Loyola uma inspiração e um modo cristão de se fazer presente nesse mundo vasto e complicado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: