Fraternidade e Educação

Simone Furquim Guimarães

A Campanha da Fraternidade é uma das belas e contagiantes experiências de evangelização da igreja no Brasil. Como se sabe, ela acontece durante a Quaresma, tempo de mudança de vida e chamado à conversão.

Este ano a Campanha da Fraternidade convida as comunidades católicas e pessoas de boa vontade a rezar, refletir, e viver o tema “Fraternidade e Educação”. E o lema é extraído do livro de Provérbios 31,26: “Fala com sabedoria, ensina com amor”. Providencialmente é oferecida para nós, sobretudo neste ano de eleição política, a oportunidade de pensar, refletir, conversar sobre a importância da educação em nosso país.

E podemos começar bebendo da fonte dos povos da Bíblia, com seus provérbios, com os ditos de sabedoria. O livro dos Provérbios faz parte do bloco dos livros Sapienciais e Poéticos, que são: o livro de Jó, Salmos, Eclesiastes, Cântico dos Cânticos, livro de Sabedoria e Eclesiástico. Para estes povos, a sabedoria nasce da experiência. Experiência tanto dos erros como dos acertos. A sabedoria é adquirida a partir da reflexão sobre a vida concreta e os desafios que ela nos coloca no cotidiano. E um dos desafios que a CF propõe é pensar e construir uma educação humanista.

Fala com sabedoria, ensina com amor.

Aqui em Provérbios, este dito está no bojo das 22 citações alegóricas para personificar a Sabedoria como uma mulher perfeita. Sabemos que a Sabedoria já fora personificada em vários textos, tanto do Primeiro como do Segundo Testamento.

Em Pr 8,22-26 a própria Sabedoria vai dizer que fora criada antes de toda criatura. E em Jo 1,1,  a Sabedoria estava junto de Deus no ato da criação. Em João, a Sabedoria é personificada na pessoa de Jesus Cristo. Na verdade, todo o Evangelho de João apresenta Cristo como a Sabedoria de Deus (cf. Jo 6,35ss).

Para nós cristãos, é importante relacionar Jesus com a Sabedoria, pois ele, com sua sabedoria, com seus ensinamentos e práticas, nos mostra um caminho de construção de relações fraternas e justas, pois o Evangelho é a experiência de vida de Jesus que pode iluminar o nosso caminhar hoje. E é por aí que a CF 2022 nos convida a discutir a educação: construir uma sociedade mais humana, no amor de Jesus Cristo.

Que esses primeiros passos que estamos percorrendo neste período quaresmal (tempo simbólico – quarenta anos de travessia no deserto), seja tempo propício de reflexão e conversão (mudança) para construir uma sociedade de paz, onde a educação seja o pilar que nos faz sermos cientes e conscientes de nosso passado, e responsáveis por nosso presente e por nosso futuro. Pois, a terra prometida que o povo da Bíblia teologicamente quis conquistar é uma relação de equidade, de justiça, de paz. Para nós cristãos, a terra prometida é a conquista do Reino de Deus (projeto de Deus para a humanidade) já neste mundo.


Ouça no Podcast Ignatiana


Simone Furquim Guimarães é mestre em Teologia na linha bíblica. Tem experiência na área de Leitura Popular da Bíblia no Centro de Estudos Bíblicos (CEBI/Planalto Central).


Esta reflexão bíblica foi originalmente apresentada no Programa de Justiça e Paz, produzido pela Comissão de Justiça e Paz da Arquidiocese de Brasília, que vai ao ar todo sábado, às 11:00, na Rádio Nova Aliança.

Desde outubro de 2020, também disponível no podcast Ignatina.

Imagem
ATELIÊ 15
Instagram Facebook WhatsApp | Loja

Palavra de Deus Simone Furquim Guimarães

Ignatiana Visualizar tudo →

IGNATIANA é um blog de produção coletiva, iniciado em 2018. Chama-se IGNATIANA (inaciana) porque buscamos na espiritualidade de Inácio de Loyola uma inspiração e um modo cristão de se fazer presente nesse mundo vasto e complicado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: