Compromisso

Cléria d’Almeida Córdova


Não Te quero amar
Como amo a quase tudo que gosto,
Um amor lento…
Como o tempo a passar.
Amar imperceptível
Como a vida escoando.

Não Te quero no meu coração
Apenas vivendo,
Como a vida correndo as veias,
Natural como a respiração;
Não!

Anseio por um amor desesperado,
Amor desassossegado,
Amor gritado
Percorrendo a imensidão.
Que não se caiba em mim
Que me ultrapasse;
Amor vibração,
Encontro permanente.

Meu Senhor,
Quero ter na alma
Louca paixão,
Um desejo inquietante
De tão gostoso!
De tão ameno!
Desejo sereno
De quem sabe o que quer.

O Teu Amor,
Bem supremo,
Extra terreno,
Amor Perfeito,
Faça do meu ser
Um já não estar,
Um não mais desejar,
Um ser estar sendo
Permanente
Permanentemente a amar.

Salvador, 1989.


Cléria d’Almeida Córdova, Poetisa, Mulher, Mãe e Vovó de Maria Eduarda, Helder e Inácio. Devota de Santa Dulce dos pobres, que tem o privilégio de apreciar o pôr do Sol na Bahia de todos os Santos.

Imagem: Maria Leontina, 1959 — Os Episódios VI

Espiritualidade cristã Poesia

Ignatiana Visualizar tudo →

IGNATIANA é um blog de produção coletiva, iniciado em 2018. Chama-se IGNATIANA (inaciana) porque buscamos na espiritualidade de Inácio de Loyola uma inspiração e um modo cristão de se fazer presente nesse mundo vasto e complicado.

3 comentários Deixe um comentário

  1. Como sempre querida, as suas poesias mexe fundo conosco.
    Que você continue com esse dom maravilhoso que Deus lhe deu .Bjs Kéo

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: