Amor Divino

Cléria d’Almeida Córdova

Sei bem deste Amor
Que se mostra em lágrimas e arrepios.
Sinto este Amor
Que é angústia, ânsia de plenitude.
Quero este Amor que é belo, infinito.
Reconheço este Amor
Sempre presente no meu viver.
Ouço-O, fala no silêncio,
Ou nos doces sons.
Entendo-O,
Interpreto-O em versos.
Foi Ele que me deixou vulnerável.
A Ele me entrego buscando realização.
Faz-me sentir parte da Criação,
É sublime ideal,
Completa felicidade.

Salvador, 1987


Cléria d’Almeida Córdova, Poetisa, Mulher, Mãe e Vovó de Helder e Inácio. Devota de Santa Dulce dos pobres, que tem o privilégio de apreciar o pôr do Sol na Bahia de todos os Santos.

Imagem: Fayga Ostrower — sem título, 1967. Enciclopédia Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras.

Poesia

Ignatiana Visualizar tudo →

IGNATIANA é um blog de produção coletiva, iniciado em 2018. Chama-se IGNATIANA (inaciana) porque buscamos na espiritualidade de Inácio de Loyola uma inspiração e um modo cristão de se fazer presente nesse mundo vasto e complicado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: