Tocar nas vestes de Jesus

Lylia Diógenes

Não sei se a vida é curta ou longa para nós, mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas. Muitas vezes basta ser: colo que acolhe, braço que envolve, palavra que conforta, silêncio que respeita, alegria que contagia, lágrima que corre, olhar que acaricia, desejo que sacia, amor que promove. E isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida.

Cora Coralina

Em tempos como esses em que estamos vivendo, ser  colo que acolhe, braço que envolve, palavra que conforta, silêncio que respeita, lágrima que corre, e  amor que promove é algo de grandioso e de uma beleza insuperável. Mais ainda,  experimentar e sentir tudo isso.

Nos últimos dias assisti e participei de uma corrente assim. Com mãos que se uniram,  joelhos que se dobraram,  mentes e corações que se uniram por um só objetivo: pedir pela saúde de alguém muito especial. Alguém que tocou e toca o coração de todas essas pessoas. De uma maneira diferente, mas na linguagem única do amor.

Foi um grande consolo estar em uma escala de oração, onde em cada segundo, das 24 horas diárias, o nome de Deus e de seus anjos e santos foram invocados incessantemente e das mais variadas formas: músicas sacras,  orações universais, mantras, meditação, trechos de grandes pensadores, e muitas outras formas de tentar “ tocar as vestes de Jesus”.

A chama da fé e da esperança estiveram sempre acesas e confiantes que o milagre já acontecera. Deus é bom.

Fazer parte de um grupo unido pelo amor, me encheu o coração de alegria e meu deu fôlego para viver com mais serenidade esses dias de pandemia, e me deu a fortaleza necessária para enfrentar as tempestades.

Deus é bom, repito. E ele está no meio de nós.

E ao receber a notícia da alta do nosso querido Pe. Iglesias, meu coração ficou dilatado de tanta alegria. Conseguimos tocar as vestes de Jesus.

Assim como o Pe. Iglesias tocou e toca os nossos corações.

Sigamos de mãos dadas, “não dispersemos, não nos dispersemos muito“, já bem disse Drummond.


Lylia Diógenes é jornalista e digital influencer. Editora do blog Simples Assim.

Imagem: Jesus curando a mulher com sangramento. Afresco na Catacumba de Marcelino e Pedro, em Roma, séc. IV.

Espiritualidade cristã

Ignatiana Visualizar tudo →

IGNATIANA é um blog de produção coletiva, iniciado em 2018. Chama-se IGNATIANA (inaciana) porque buscamos na espiritualidade de Inácio de Loyola uma inspiração e um modo cristão de se fazer presente nesse mundo vasto e complicado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: