Coragem! Eu venci o mundo!

Simone Furquim Guimarães

Falar da 6ª Semana Social Brasileira é falar sobre a responsabilidade social, que está pautada no Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, sobretudo quando a Igreja toma partido e se coloca ao lado dos oprimidos.

Na leitura do Evangelho proposta pela Igreja hoje (Jo 15,18-21), Jesus discursa para seus discípulos (representantes da comunidade/Igreja) justamente sobre essa responsabilidade social, de assumir verdadeiramente o Evangelho, o projeto de Deus para a humanidade. Esse projeto não é aceito pela sociedade daquele tempo. Por isso, Jesus vai dizer:

Se o mundo vos odeia, sabei que primeiro odiou a mim. Se fôsseis do mundo, o mundo gostaria daquilo que lhe pertence. Mas, porque não sois do mundo, porque eu vos escolhi e apartei do mundo, o mundo por isso vos odeia.

O “mundo” que Jesus está se referindo é a sociedade que rejeitou as palavras e ações de Jesus. Para a comunidade cristã, do final do primeiro século, quando o Evangelho de João foi escrito; o “mundo” representava a sociedade do império romano e também das lideranças religiosas judaicas, que não aceitavam a presença de cristãos-judeus nas sinagogas. Por isso, a palavra “odiar” é melhor traduzia por “rejeitar”. O Evangelho de Jesus é rejeitado pela sociedade porque está pautado no amor ao próximo. O maior mandamento é amar a Deus e o próximo como a ti mesmo. Isso é exigente, isso é contrário à propaganda que mundo oferece.

Hoje, vimos essa rejeição chegar às raias da covardia dentro do sistema social e econômico que vivemos: são as extremas desigualdades sociais. O próprio Papa Francisco é rejeitado por esse sistema por causa de sua defesa ao resgaste do Evangelho. Mas, se ele é rejeitado, então ele está no caminho certo, pois “Se fôsseis do mundo (mundo da ganância, do individualismo e consumismo), o mundo gostaria e aplaudiria seus pensamentos. As forças dominantes gostam da Igreja enquanto ela se curva a seus interesses e as legitima. Mas quando a Igreja segue efetivamente os ensinamentos de Jesus, esse “mundo” a rejeita, sobretudo, quando a Igreja toma partido e se coloca ao lado dos oprimidos, quando se mobiliza em defesa pela democracia, em defesa dos direitos humanos para todos/as, em defesa de terra, teto e trabalho (tema da 6ª Semana Social Brasileira).

Se perseguiram Jesus, perseguirão também os que são seus.  Por isso, Jesus hoje exorta aos seus: Coragem! Eu venci o mundo!


Simone Furquim Guimarães é mestre em Teologia na linha bíblica. Tem experiência na área de Leitura Popular da Bíblia no Centro de Estudos Bíblicos (CEBI).

Esta reflexão bíblica foi originalmente apresentada no Programa de Justiça e Paz, produzido pela Comissão de Justiça e Paz da Arquidiocese de Brasília, que vai ao ar todo sábado, às 11:00, na Rádio Nova Aliança.

Imagem
ATELIÊ 15
Instagram | Facebook | WhatsApp | Loja

Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: