Não tenham medo

Não tenham medo. Eu sou o primeiro e o último. Ap 1,17 A Palavra de Deus é luz, é força, é palavra curadora para nossa realidade hoje. Realidade de medo, mas também de luta e resistência, pois é conforto e esperança para vencermos a guerra contra o Vírus do pânico e da morte. O povo…

Leia mais Não tenham medo

« Descer » às águas de Siloé

Todos nós, de uma maneira ou de outra, somos cegos de nascimento, porque nascemos e crescemos em meio a sistemas sociais e religiosos que domesticaram nosso olhar, nos educaram a ter um olhar avesso e atrofiado. A cura do cego de nascimento, apresentado pelo evangelista João, é o sinal que nos fala daquilo que o Senhor nos oferece: caminhar na claridade do dia.

Leia mais « Descer » às águas de Siloé

São José

Nos Evangelhos, São José aparece como um homem forte, corajoso, trabalhador, mas, no seu íntimo, sobressai uma grande ternura, que não é a virtude dos fracos, antes pelo contrário denota fortaleza de ânimo e capacidade de solicitude, de compaixão, de verdadeira abertura ao outro, de amor.

Leia mais São José

Contos de Tóquio

Um casal idoso chega à cidade para visitar filhos e netos. Os filhos estão ocupados e os velhos lhes perturbam a rotina. Sem alarde e sem que ninguém admita, a visita não é agradável. O casal retorna para o lar. Dias depois a velha senhora morre. É o momento dos filhos fazerem o percurso inverso. Considerado a obra-prima máxima do diretor.

Leia mais Contos de Tóquio

Temos água, falta-nos sede

Junto ao poço, nossa pequena sede e a sede de Deus se encontram. Sua sede de justiça confrontada com nossa sede de harmonia; sua sede de misericórdia confrontada com nossa sede de reconhecimento; sua sede de compaixão confrontada com nossa sede de segurança. Não para diminuir nossa sede, mas para ampliá-la; não para menosprezá-la, mas para dignificá-la.

Leia mais Temos água, falta-nos sede