Ética política

Simone Furquim Guimarães

A leitura de hoje é Lc 10,17-24, que é continuação dos versículos anteriores, em que Jesus havia enviado em missão 72 discípulos (cf. vv. 1-16). O número 72 é simbologia bíblica, que significa abrangência entre os povos não judeus (conhecidos como pagãos). Jesus está no território da Samaria e lá encontra samaritanos que aderem ao seu seguimento.

A fé dos novos missionários realizou prodígios sobre as pessoas que encontraram no caminho. Jesus diz a eles que devem ficar mais felizes ainda porque seus nomes estão inscritos no céu. Isto porque estão realizando a vontade do Pai. Ou seja, eles formaram uma comunidade comprometida em anunciar e realizar o Reino de Deus na vida dos mais necessitados. Jesus se alegra e agradece ao Pai, pois revelou a sabedoria aos pequenos (samaritanos) e estes puseram a seguir Jesus. Quem se considerava sábio e detentor do conhecimento de Deus, como os líderes religiosos, devem agora aprender com os pequeninos (os samaritanos).

Jesus nos ensina que o verdadeiro missionário, missionária, não busca privilégios e poderes, mas sim fazer a vontade do Pai.

Amanhã vamos às urnas exercer nosso direito democrático de votar em representantes que apresentam projetos que estejam em consonância com a vontade de Deus, pois esses que vão nos representar no governo devem ser também missionários na construção do Reino de Deus desde agora. Portanto, devemos escolher pessoas comprometidas com a ética na política; pois a ética política assegura a democracia e a participação popular, para que todos e todas terão acesso aos bens e direitos sociais, que infelizmente, hoje, é privilégios para poucas pessoas.

O Evangelho de hoje nos ajuda a pensar o exercício da democracia quando mostra que o poder de liderança não pode ser de exclusividade e de privilégios, como pretendiam as lideranças religiosas do tempo de Jesus. O Evangelho nos ensina que a participação e a missão são de todos que aderem ao seguimento de Jesus, simbolizado pelo número 72. O importante é fazer o bem, construir o caminho de um mundo e de uma sociedade justos, sinais do Reino de Deus.

Amanhã, vote consciente, vote pela democracia!


Ouça no Podcast Ignatiana [link]


Simone Furquim Guimarães é mestre em Teologia na linha bíblica. Tem experiência na área de Leitura Popular da Bíblia no Centro de Estudos Bíblicos (CEBI/Planalto Central).


Esta reflexão bíblica foi originalmente apresentada no Programa de Justiça e Paz, produzido pela Comissão de Justiça e Paz da Arquidiocese de Brasília, que vai ao ar todo sábado, às 11:00, na Rádio Nova Aliança.

Desde outubro de 2020, também disponível no podcast Ignatina.

Palavra de Deus Simone Furquim Guimarães

Ignatiana Visualizar tudo →

IGNATIANA é um blog de produção coletiva, iniciado em 2018. Chama-se IGNATIANA (inaciana) porque buscamos na espiritualidade de Inácio de Loyola uma inspiração e um modo cristão de se fazer presente nesse mundo vasto e complicado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: