Reunião Internacional do Clima

Luiz Fernando Krieger Merico

Mística do século XXI — programa nº28

Reflexões a partir das encíclicas
Laudato si’ e Fratelli tutti

No ponto 23 da encíclica Laudato Si, o papa Francisco diz que a humanidade é chamada a tomar consciência da necessidade de mudanças de estilos de vida, de produção e de consumo, para combater o aquecimento global ou as mudanças climáticas, como temos chamado. Mais adiante o papa adiciona que se a tendência atual se mantiver, este século poderá ser testemunha de mudanças climáticas inauditas e de uma destruição sem precedentes dos ecossistemas, com graves consequências para todos nós. Por exemplo, a subida do nível do mar pode criar situações de extrema gravidade, se se considera que um quarto da população mundial vive à beira-mar ou muito perto dele, extremos climáticos com secas, enchentes, tempestades de poeira, que agora ameaçam nosso país. No ponto 169 da encíclica o papa reforça que muitos destes sintomas indicam que tais efeitos poderão ser cada vez piores, se continuarmos com os modelos atuais de produção e consumo.

A redução de gases com efeito de estufa requer honestidade, coragem e responsabilidade, diz o papa.

Pois bem, nesta primeira quinzena de novembro teremos mais uma oportunidade de mostrar honestidade, coragem e responsabilidade.  Acontecerá em Glasgow – Escócia – a 26º reunião do clima – ou a Conferencia das Partes da Convenção Climática (COP26). Partes são os países, os governos, então você estará lá com toda a certeza, porque o seu voto em seu país, influencia os resultados.. seus votos para presidente, senado, câmara federal, governadores.. o conjunto de políticas serão discutidos pelos que você elegeu para isso.  Pense bem na importância de seu voto o bem ou o mal que ele pode fazer.

O desafio, para que a civilização continue existindo, é manter a temperatura em no máximo 1,5 graus, além da que historicamente tínhamos – já chegamos a 1,1 grau de elevação. Parece pouco, mas é o suficiente para desequilibrar todo o delicado sistema de suporte da vida e da sociedade. Os países devem apresentar suas contribuições. Sem mudanças no padrão de produção e consumo não haverá solução. Esta é a década que deve ser feita a mudança. Mudanças pessoais são importantes.. mas o problema é tão grande e tão perigoso que sem larga escala não dá.

Só o varejo não resolve. Tem que atuar no atacado também. O atacado, em nosso país, poderia ser uma reforma tributária que penalize os processos de destruição e faça avançar os sistemas de produção menos destruidores. Ou os financiamentos que se fazem. Por exemplo, o chamado Plano Safra – são bilhões e bilhões de reais financiando a uma agricultura destrutiva, e que contamina com tóxicos. Imaginem vocês se o Plano Safra brasileiro financiasse a pequena propriedade produtora de alimentos, a agricultura orgânica, a integração produtiva entre agricultura e silvicultura.. faríamos a transição que precisamos rapidamente. Imaginem se os investimentos deixassem de financiar o petróleo e fosse financiar formas limpas de produzir energia.. rapidamente resolveríamos boa parte dos problemas. Enfim, o mínimo de planejamento para proteger o Brasil os brasileiros e a humanidade – é urgente. Nós estamos entre os maiores emissores do mundo, principalmente pela agricultura irresponsável e o desmatamento e queimadas.

Nossa fé tem que ser demonstrada em atos concretos, em transformações concretas. Se não soubermos traduzir nossa fé em políticas concretas… não podemos ser chamados de seguidores de Cristo. Como diz o papa, a redução de gases com efeito de estufa requer honestidade, coragem e responsabilidade.

Ouça no Podcast Ignatiana

Encíclicas ecofraternais do Papa Francisco

Laudato si’, sobre o cuidado da casa comum (2015)
Fratelli tutti, sobre a fraternidade e a amizade social (2020)

Luiz Fernando Krieger Merico é graduado em Geologia (UFPR), mestre em Análise Ambiental (UNESP), doutor em Geografia (USP), possui aperfeiçoamento no Schumacher College (Inglaterra) em Economia Ecológica. É autor do livro A transição para a sustentabilidade.

Ecologia Mística do século XXI

Ignatiana Visualizar tudo →

IGNATIANA é um blog de produção coletiva, iniciado em 2018. Chama-se IGNATIANA (inaciana) porque buscamos na espiritualidade de Inácio de Loyola uma inspiração e um modo cristão de se fazer presente nesse mundo vasto e complicado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: