Deus dentro de mim

Joana Eleuthério

A interioridade não é desistência da luta, mas sua fonte. E a luta não é o fim, mas o meio. O fim é estar Nele, que está em nós.

Johan Konings

Diante do imenso Mistério de Deus
e da Trindade, emudeço.
Fico totalmente silenciosa e
atenta às sensações.
Ouço as palavras que
meus sentidos sussurram…
A percepção sensorial me
ajuda a decifrar as mensagens.

Há uma Voz dentro de mim,
que é o próprio Deus a minha espera.
Paciente, com a minha falta de disciplina,
me observa amorosamente
e sussurra meu nome.
E eu nem sempre ouço,
há uma infinidade de apelos:
outras vozes, responsabilidades e
distrações disputando a minha atenção,
o meu amor e o meu cuidado.

— Ele me conhece desde a eternidade
por isso, insiste e me chama pelo nome.

Em meio a raciocínios e esquemas humanos,
o assombro pela graça divina
visitando o meu cotidiano e
o ordinário da minha vida.
Ele visita-nos a todos nós
tão inseguros, indefesos, necessitados de cura.
— Uma luz acende em meu coração
abre meus ouvidos e então eu ouço
o chamado e compreendo o recado.

‘Deixar Deus ser Deus em nosso interior’ significa entrar no fluxo da dinâmica divina, ou seja, viver encontros divinizados, sendo presença divinizada, expressando palavras e atos divinizados…

Adroaldo Palaoro

Minha tarefa é a solidariedade
neste momento que nos desarma,
desinstala, amedronta, deprime e o
vírus ainda grita a fragilidade humana
na nossa cara e transita leviano
pelos pulmões de todo o mundo.
Sequestra-nos o ar, a capacidade de respirar.
O Sopro circula generosamente…
Como defensor e consolador,
um ‘mestre interior’ que fala comigo.

— Com a graça da serenidade, posso consolar, harmonizar, esperançar, amar… como Jesus nos ama e conforta.

Minha tarefa é ampliar o espaço
do coração para acolher a dor
e a perturbação do outro.
A Voz lá de dentro recorda-me:

— ‘A paz esteja com vocês.’
Minhas ações e meus gestos
precisam traduzir essa frase.
Descobriremos que somos
a Paz que Jesus nos deixou:

Deixo-vos a paz … Não se perturbe
o vosso coração, nem se atemorize!
(João 14,27)

Ler, contemplar acolher a Palavra que vem. Deus preencheu com sua Palavra o vazio que nos assusta nessas horas. Em Jesus, Deus se comunicou, Palavra plena e definitiva. Não devemos simplesmente preencher o tempo, mas nos encher com a Palavra. 

Pietro Parolin

Ser discípulo, discípula de Jesus
é escutar e distinguir sua Voz,
Ele chama-nos à vida, à alegria,
ilumina nosso coração e
a nossa trajetória, porque
Ele é a Luz do mundo, é o caminho…
Mesmo diante da profunda fragilidade
e da intensa vulnerabilidade
experimentadas nessa pandemia,
Ele está conosco neste barco sem rumo…
E não está dormindo…

Brasília, 5 e maio de 2020


Joana Eleuthério é graduada em Letras. Servidora pública aposentada da Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Gestão do Distrito Federal.

Imagem: Jean-François Millet (1814-1875) — Angelus, 1857/1859. Musée d’Orsay

Informes

Joana Eleuthério Visualizar tudo →

Caminhante sem nenhuma linearidade e com variados interesses.

2 comentários Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: