Seguimento

Simone Furquim Guimarães

A leitura do Evangelho proposta pela igreja hoje é Jo 6,60-69.  Diz que depois do discurso sobre o significado da multiplicação dos pães e do Pão da Vida (Jo 6,1-59) muitos discípulos “voltaram atrás e não andaram mais com Jesus” (v.66).

Abandonaram o Seguimento de Jesus porque certamente são judeus de fé insuficiente. Porque aceitar Jesus como sendo próprio Deus encarnado desmonta todo conhecimento arraigado durante séculos. Para eles isso é blasfêmia. “Essa palavra é dura! Quem pode escuta-la?” Essa palavra de Jesus causa “escândalo” (do grego, significa obstáculo), pois tira-os da “comodidade” e “segurança” na instituição religiosa. Seguir Jesus faz com que rompem com a instituição, pois certamente serão expulsos pelas autoridades da fé. Mas Jesus não se intimida, aprofunda sobre sua identidade: Ele voltará para onde veio. Aqui revela sua identidade divina. Ele é o “pão vivo descido do Céu”.

Esses discípulos eram simpatizantes aos ensinamentos de Jesus, mas não conseguiram avançar no Seguimento, por isso, abandonaram o caminho.

O evangelista ensina que para ser discípulo deve seguir o Espírito. Jesus explica aos Doze que é o Espírito que vivifica. Ou seja, quem ouve e acolhe o Espírito de Deus, seguindo o sentido das coisas de Deus, consegue entender a essência do Evangelho.

A carne representa o ser humano fechado em suas limitações, propício a seguir o modelo que este mundo oferece.

Os discípulos que abandonaram Jesus esperavam obter uma salvação instantânea. Praticavam a teologia da retribuição: salvação e milagres em troca de onerosos dízimos. Esta é a limitação humana: vive segundo a carne. Qualquer ameaça ou crise que abala nossa vida, nos faz rebelar e afastar de Deus.

Que nesse período que vivemos de ameaça à nossa vida, seja tempo propício para manter nossa fé, assim como os discípulos que permaneceram com Jesus digamos: “Senhor, Tu tens palavras de vida eterna e nós cremos e reconhecemos que és o Santo de Deus” (v.68).


Simone Furquim Guimarães é mestre em Teologia na linha bíblica. Tem experiência na área de Leitura Popular da Bíblia no Centro de Estudos Bíblicos (CEBI).

Esta reflexão bíblica foi originalmente apresentada no Programa de Justiça e Paz, produzido pela Comissão de Justiça e Paz da Arquidiocese de Brasília, que vai ao ar todo sábado, às 11:00, na Rádio Nova Aliança.

Evangelho de João

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: