Exercícios Espirituais e Internet

Paulo Lisboa, SJ

O bom uso da Internet nos
acompanhamentos de Exercícios Espirituais

Nos últimos dias veio-me uma moção interna para que eu escrevesse umas linhas muito pessoais, a partir de minha prática, sobre o tema acima. Dirijo-me a você, que tendo-se apaixonado pela espiritualidade dos Exercícios Espirituais (EE) e desejoso de responder a um apelo do Alto, se dispõe a estar mais disponível para acompanhar espiritualmente pessoas. Que tipo de pessoa são estas? São religiosas(os), leigos(as) que ou desejam dar continuidade a EE ou até mesmo iniciar EE na Vida Corrente (EVC) .

O meu objetivo com estas linhas é a de mui simplesmente suscitar algo parecido ao que fui descobrindo ao longo dos últimos 10 anos, após eu ter aprendido a mexer um pouco mais com a Internet. Confesso que o uso dela , ainda sem poder usar os muitos recursos que ela proporciona, não deixa de ser um ótimo instrumento de evangelização, naquilo que me é mais peculiar, ou seja, acompanhar pessoas que se dispõem a descobrir ou a dar continuidade aos EE em suas vidas.

Quero dizer que o uso diário do computador em horários regulares e que me permitem exercer esse ministério (assim entendo o uso), responde ao desejo que desde que me ordenei sacerdote na Companhia de Jesus foi o de ajudar espiritualmente aqueles fiéis que se dirigissem a mim, de perto ou até mesmo de longe (antigamente, através de cartas). Hoje utilizo o computador no modo “E-mail”, para as comunicações maiores e as partilhas espirituais as mais diversas.

Só para você ter uma ligeira ideia do que eu tenho feito, relaciono apenas três casos ou maneiras até agora utilizadas :

  1. Já dei anos atrás EE de oito dias para uma religiosa que se tornou muito amiga após ter feito os EE de 30 dias comigo; ela, não tendo como fazer EE com suas Irmãs, aceitou fazer os EE, trocando e-mails. Ela tinha um de meus livros com textos e breves comentários para os oito dias. O combinado foi que ela se comunicasse todos os dias à noite comigo, por e-mail, sobre as orações feitas. O meu trabalho foi o de dar um breve retorno às moções que tivera, acentuando um que outro aspecto que eu achava importante que ela fosse incluindo nos seus EE.
    O resultado, segundo apreciação da religiosa foi dos melhores, dadas as condições de uma solidão maior e mais profunda.
  2. Ultimamente, devido a mudança de Brasília, onde eu dava a um senhor os EE na Vida Corrente (EVC), para residir em São Paulo, tive que aceitar o desafio de terminar o acompanhamento do EVC com essa pessoa, via e-mail. Durante 3 meses com bastante regularidade, servi=me dos e-mails para as nossas partilhas. Essa pessoa não havia querido terminar a experiência com outros acompanhantes que eu lhe apresentara. Neste caso , eu mesmo pude ter a confirmação do bom resultado, em Celebração Eucarística de encerramento da experiência, na capela de nossa residência de Brasília. Coincidiu que eu tive um compromisso lá e pude então ouvir seja do senhor como de sua esposa e duas filhas presentes na Celebração, o testemunho de que a família deu dos benefícios recebidos.
  3. Finalmente apresento sem muitos comentários o que eu tenho continuado a fazer no acompanhamento espiritual de dezenas de pessoas que fizeram EE de 8 dias comigo e morando distantes de Brasília ou de S. Paulo… Estas pessoas escrevem esporadicamente, suas partilhas de orações. Eu respondo brevemente e percebo o bem que lhes causa .

Enfim, penso que esta maneira de aproveitar a Internet no acompanhamento espiritual de pessoas ligadas à espiritualidade inaciana, poderia ser um ótimo serviço a que uma pessoa conhecedora dos EE, se dedicaria. Não custa nada experimentar e ver os resultados. Termino dizendo que sinto-me realizando uma missão como jesuíta, especialmente agora, não podendo mais atender a todas as solicitações para orientar EE pelo Brasil. Penso que outros poderão até encontrar outras maneiras de uso desse meio extraordinário que a tecnologia atual tem facilitado. Estaremos fazendo o bom uso das criaturas, como Santo Inácio bem nos lembra, em vista de que outras pessoas sejam ajudadas a agradecer sempre melhor amando e servindo os necessitados (Cf. EE 233) .


Paulo Lisboa é licenciado em Letras e bacharel em Filosofia e em Teologia, é sacerdote jesuíta com grande experiência na formação de jovens jesuítas e na orientação dos Exercícios Espirituais de Santo Inácio de Loyola (EE). Exerceu o ministério durante muitos anos no Centro de Espiritualidade Inaciana de Vila Kostka, Itaici, em Indaiatuba, SP, e a função de orientador espiritual do Colégio Pio Brasileiro de Roma. É autor de diversos livros e artigos de periódicos sobre espiritualidade.

Algumas obras do autor
LISBÔA, Paulo. Orar na alegria teologal : com Santo Inácio de Loyola, momentos com o Deus da alegria. São Paulo: Loyola, 2005.
LISBÔA, Paulo. Orar Jesus Cristo: Deus que se revela São Paulo: Loyola, 2010.
LISBÔA, Paulo. Fé na pessoa de Jesus: sete semanas de encontros com o senhor. São Paulo: Loyola, 2013.

Espiritualidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: