Deus move-se entre os tachos

Lylia Diogenes *

Quando recebi o convite para colaborar com o IGNATIANA fiquei muito honrada, mas ao mesmo tempo indecisa sobre o que poderia trazer para juntar-se a tão relevantes artigos que formam esse blog.

Drummond já dizia, no seu Poema de Sete Faces, que o mundo é “vasto, vasto mundo” e só isso já é inspiração suficiente para escrever. Mas resolvi conversar com vocês sobre um dos assuntos que mais me apaixonam: a culinária. Afinal poucas coisas no mundo são tão inspiradoras quanto uma boa comida. Sem falar que os mais importantes assuntos são resolvidos em torno de uma mesa e que nas celebrações, sejam elas grandes ou pequenas, sempre há algo gostoso para partilhar.

Desde que me entendo por gente me divirto na cozinha. Criança, gostava de acompanhar minha mãe – exímia cozinheira – na feitura de bolos, biscoitos e outras delícias. Ela não gostava muito da minha presença, pois mais bagunçava que ajudava. Mas foi nesse exercício de tentativa e erro que foi me apaixonando pelo assunto.

E a paixão foi crescendo com o passar do tempo: livros, filmes, chefs, utensílios… tudo que evocava o mundo da culinária me fascinava e meu universo só crescia.

Aos poucos fui percebendo que a comida é muito mais do que aquilo que se põe a mesa, é a própria celebração da vida, da amizade, do amor.

Ou você já viu alguma festa sem uma boa comida?

Ela está sempre presente nos melhores momentos, porque ela é alegria, partilha, comunhão. E acho que Jesus sentia o mesmo, afinal o último encontro com os discípulos se deu em uma ceia, com pão e vinho.

A história nos mostra que os grandes acontecimentos se deram em torno de uma mesa.

Mesmo assim, tem quem diga que não entende como alguém passa horas na cozinha preparando um prato para ser degustado em poucos instantes. Esse certamente, nunca soube a poesia que se esconde em cada ingrediente.

Ir para a cozinha me provoca todos os sentidos, me faz leve, me aproxima do divino. Me lembra Santa Teresa de Ávila, boa cozinheira que era, quando disse que “ Deus também está nas panelas”. E está mesmo. E, aqui para nós, minhas melhores conversas com Ele se dão enquanto faço algo gostoso na cozinha.

Minha paixão é tanta que, há alguns anos, resolvi partilhá-la com outras pessoas criando um blog dedicado especialmente ao assunto — o Simples Assim — onde coloco receitas para todos os gostos: dos mais sofisticados, aos mais simples. Sendo que a tônica maior é a simplicidade, pois é daquilo que melhor entendo. É minha linguagem.

E é sobre minhas comidinhas simples assim que vou falar nesse espaço, sempre deixando algo bem gostoso e fácil para você descobrir que a cozinha é, realmente, algo apaixonante.

Se você quiser algo especial é só me falar que trarei para você. Comidinhas sem glúten também tem um espaço no blog, resultado de insistentes pedidos.

Hoje, para marcar minha estreia nesse espaço tão especial, deixo um bolo de chocolate que não precisa de batedeira, nem de liquidificador, só de boa vontade e de uma tigela e uma colher para misturar os ingredientes e uma forma para levar ao forno. Sem falar, claro, nos ingredientes: o Bolo Nega Maluca.

Fica fofinho, macio e muito, muito gostoso. Ah! E leva uma calda de brigadeiro que vai deixa-lo ainda mais gostoso.

É ou não é para se apaixonar ?

Depois dele, aposto que você vai concordar comigo que “Bolo é a materialização perfeita de um abraço”, como já disse a chef, especialista em bolos, Joyce Galvão.

07f19f6d-dd9d-4ab5-9093-8fc4681d6c00

Bolo Nega Maluca

Ingredientes:

• 1 xícara de água
• 1 e 1/4 xícara de chocolate em pó
• 1 e 1/2 de açúcar
• 4 ovos
• 1 xícara de óleo vegetal
• 1 colher de sopa de extrato de baunilha
• Uma pitada de sal
• 2 xícaras de farinha de trigo
• 1 colher de sopa de fermento em pó

Como fazer:

• Ferva a água e misture com o chocolate em pó em uma tigela grande.
• Em seguida, acrescente o açúcar e misture bem.
• Adicione os ovos um a um e misture sem bater demais.
• Adicione o óleo e a baunilha.
• Mexa bem e depois peneire os secos por cima da mistura, incorporando delicadamente.
• Ponha a massa em uma forma de 20x30cm, untada e enfarinhada, e asse em forno pré-aquecido a 180˚C por 40-50 minutos ou até o teste do palito dar certo.

Ingredientes da cobertura:

• 1 lata de leite condensado
• 5 colheres de sopa de chocolate em pó
• 1 colher de sopa de manteiga
• Uma pitada de sal
• 1/2 creme de leite sem o soro

Como fazer:

• Misture o leite condensado, o chocolate em pó, o sal e a manteiga e leve ao fogo mexendo até o ponto de brigadeiro mole.
• Em seguida, acrescente o creme de leite e cozinhe por mais 5 minutos em fogo brando.
• Você pode colocar em cima do bolo e depois cortar. Eu cortei e depois coloquei a calda, assim o bolo ficou mais recheado.


* Lylia Diogenes é jornalista e digital influencer. Editora do blog Simples Assim.

simples-assim

Gastronomia e culinária

4 comentários Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: