Tag: Evangelho segundo Marcos

A viúva sem nome

Aquela mulher sem nome fazia parte da categoria social de pessoas que, segundo a Lei (Dt 10,18), Israel deve fazer justiça e proteger. Mas no tempo de Jesus já fazia muito tempo em que esta Lei não era cumprida pelos judeus. Marcos mostra as condições precárias em que aquela viúva estava vivendo. Pois, na penúria em que vivia, lançou como oferta as duas moedinhas (um quadrante, v. 42). O quadrante é uma moeda romana de cobre que valia um quarto de centavo.

— Simone Furquim Guimarães (Cebi-DF)

Leia mais A viúva sem nome

Amor é o que diz «sim» em nós

Adroaldo Palaoro *  … amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração …  amarás o teu próximo como a ti mesmo Há perguntas que realmente não despertam nada; há perguntas maliciosas e capciosas que só buscam complicar o outro; mas há perguntas essenciais que despertam nosso “eu profundo”. No evangelho deste domingo nos encontramos…

Leia mais Amor é o que diz «sim» em nós

Tecendo olhares

Adroaldo Palaoro * Mestre, que eu veja! Mc 10,51) Continuamos fazendo caminho com Jesus, rumo a Jerusalém. Estamos na última cena, antes de entrar na “cidade santa”, onde acontecerão os mistérios centrais da nossa fé: Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus. Detenhamo-nos em alguns detalhes que o evangelista Marcos deixa transparecer no evangelho deste domingo,…

Leia mais Tecendo olhares

Igreja: comunidade de servidores

Adroaldo Palaoro * Quem quiser ser grande seja vosso servo” Mc 10,17 Jesus segue o caminho para Jerusalém; enquanto isso, vai revelando aos seus discípulos as consequências de sua entrega em favor dos últimos e excluídos. Pois, todo aquele que investe sua vida a serviço da vida, sempre encontrará oposições, perseguições e morte. Marcos, ao…

Leia mais Igreja: comunidade de servidores

Vida com sabor de eternidade

Adroaldo Palaoro * …que devo fazer para ganhar a vida eterna? Mc 10,17 Ao começar a narrar a cena do jovem rico, Marcos nos faz cair na conta que o encontro acontece quando “Jesus saiu caminhando”. O caminho é o lugar dos encontros surpreendentes, do diálogo com o diferente, da amplitude de vida… A itinerância…

Leia mais Vida com sabor de eternidade

As nefastas armadilhas do preconceito, da intolerância e do fanatismo

Adroaldo Palaoro * Mas nós lhe proibimos, porque ele não é dos nossos. Mc 9,36 Cresce hoje a consciência sobre a diferença do ser humano como atração, e não como rejeição. A humanidade pós-moderna exige a diversidade na convivência sociocultural e religiosa. Não podemos permanecer trancados em redutos que rejeitam as diferenças existenciais. A humanidade…

Leia mais As nefastas armadilhas do preconceito, da intolerância e do fanatismo