Governabilidade pós-eleições: O que precisaria ocorrer, mas ainda não está na agenda política

Guilherme Costa Delgado * O tema deste artigo é essencialmente político. O leitor que tem por costume fazer a leitura das análises de conjuntura econômica em meus artigos, precisa considerar a governabilidade do Estado, ou o seu inverso a ingovernabilidade política, como fator de insegurança jurídica, incerteza geral, alimentada ademais por certa anomia social, anomalias…

Leia mais Governabilidade pós-eleições: O que precisaria ocorrer, mas ainda não está na agenda política

Assunção: a plenitude do encontro

Adroaldo Palaoro, SJ * Como posso merecer que a mãe do meu Senhor me venha visitar? Lc 1,43 Na festa da Assunção, a liturgia nos propõe aprofundar o sentido do encontro a partir da contemplação deste horizonte inspirador: a Visitação. Os ícones que ao longo dos séculos expressam esta visita, esta saudação, nos apresentam duas…

Leia mais Assunção: a plenitude do encontro

Romaria em defesa da democracia

Dom Reginaldo Andrietta * Estamos vivendo no Brasil, um tempo de profundas insatisfações populares com relação à realidade econômica, social e política. Só não reclamam os que estão lucrando como nunca antes: os banqueiros, os grandes empresários, os que ganham salários altíssimos no serviço público e privado, e os que se enriquecem de maneira desonesta.…

Leia mais Romaria em defesa da democracia

Os jovens da Igreja querem ter também um olhar para fora. Eles têm paixão por atividades políticas, civis e humanitárias.

Eles querem agir como católicos na esfera pública para o aperfeiçoamento da sociedade como um todo. Em todas estas dimensões da vida da Igreja, os jovens desejam ser acompanhados e levados à sério, como membros responsáveis da comunidade eclesial.

 

Documento final da Reunião Pré-sinodal, 12
SÍNODO DOS BISPOS.
XV Assembleia Geral Ordinária (2018)
Os jovens, a fé e o discernimento vocacional.

 

# Link permanente para Jovens protagonistas