Vencer os poderes da morte

Simone Furquim Guimarães

João 11,45-56

O Evangelho informa que as autoridades judaicas conspiravam para matar Jesus porque ele estava realizando muitos sinais. O último sinal que desencadeou a ira dessas autoridades foi a recente ressurreição de Lázaro.

João não usa o termo “milagres”; pois, para o evangelista, os sinais indicam que Jesus possui origem divina. São sete sinais que revelam que Jesus vem do Pai. E está chegando a Hora de Jesus realizar o seu principal sinal que é vencer a própria morte e ressuscitar. Este sinal é que vai congregar os cristãos e as cristãs em torno de seus ensinamentos e práticas. O evangelista diz que Caifás, o sumo sacerdote, profetizou tudo isso sem mesmo compreender o profundo significado deste acontecimento. Só quem pôde compreender foram os cristãos, porém já no final do primeiro século, passados 70 anos da morte e ressurreição de Jesus.

O Evangelho de João é uma reflexão profunda sobre o evento Jesus. Para o evangelista, graças a esse evento da Paixão, Morte e Ressurreição, os seguidores passaram a crer verdadeiramente em Jesus, o Cristo. E por isso, surge o grande movimento cristão.

A Palavra de Deus, o projeto de Deus foi fecundo a partir daí. Em meio ao caos gerado diante de tantos sofrimentos que os primeiros cristãos passaram, surge um movimento de solidariedade, de amor entre os irmãos, irmãs, a partir dos ensinamentos do Evangelho, da Palavra de Deus.

Hoje, nós cristãos, cristãs, continuamos nos reunindo em torno desse acontecimento, Jesus Cristo, e vamos reler as narrativas sobre Jesus porque a leitura da Bíblia é como lâmpada para iluminar o nosso caminho, a nossa realidade de vida.

Também é importante compreender que a Palavra de Deus não se esgota no texto da Bíblia. Todos nós continuamos tecendo esse livro. A Bíblia é Palavra de Deus tecida na história humana.

Diante de tantos males causados pela pandemia do covid-9, nossa Semana Santa deverá ser de muita união e reflexão em torno das narrativas sobre a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo; e, com sabedoria, podermos perceber os sinais de Deus para nós na construção de uma sociedade mais humana, solidária, na construção do Bem Viver, do cuidado com todos e todas, e com a natureza. Tudo isso se faz necessário para vencermos os poderes da morte e celebrarmos a vida em abundância!

Uma Santa Semana para todos e todas!

Ouça no Podcast Ignatiana


Simone Furquim Guimarães é mestre em Teologia na linha bíblica. Tem experiência na área de Leitura Popular da Bíblia no Centro de Estudos Bíblicos (CEBI/Planalto Central).


Esta reflexão bíblica foi originalmente apresentada no Programa de Justiça e Paz, produzido pela Comissão de Justiça e Paz da Arquidiocese de Brasília, que vai ao ar todo sábado, às 11:00, na Rádio Nova Aliança.

Desde outubro de 2020, também disponível no podcast Ignatina.

Palavra de Deus

Ignatiana Visualizar tudo →

IGNATIANA é um blog de produção coletiva, iniciado em 2018. Chama-se IGNATIANA (inaciana) porque buscamos na espiritualidade de Inácio de Loyola uma inspiração e um modo cristão de se fazer presente nesse mundo vasto e complicado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: