A Padroeira do Brasil

Cléria d’Almeida Córdova

De águas doces
Ela foi retirada.
Imagino a pequena e negra imagem,
(Um retrato da Mãe Maria)
Desrespeitada, quebrada, atirada ao rio.

Acreditaram-na destruída.
Como imaginariam a sua destinação:
O Divino Filho mais uma vez utiliza
Barco e pescadores;
A imagem é recolhida,
Primeiro a cabeça,
Depois o corpo
E a rede, finalmente, enche-se de peixes.
Repete-se a Pesca Milagrosa.
Dedicam-lhe uma pequena capela,
Hoje a imensa Basílica.

Esta imagem,
Retrata a Mãe que do Céu nos vela,
Nossa Senhora Aparecida,
Māe Padroeira
Desta Nação Brasileira,
Simples. …Negra…. Índia. … Branca….
MESTIÇA.
Forte….. Poderosa….
VITORIOSA.

Salvador, outubro de 2020.


Cléria d’Almeida Córdova, Poetisa, Mulher, Mãe e Vovó de Helder e Inácio. Devota de Santa Dulce dos pobres, que tem o privilégio de apreciar o pôr do Sol na Bahia de todos os Santos.

Imagem
ATELIÊ 15
Instagram | Facebook | WhatsApp | Loja

Poesia

Ignatiana Visualizar tudo →

IGNATIANA é um blog de produção coletiva, iniciado em 2018. Chama-se IGNATIANA (inaciana) porque buscamos na espiritualidade de Inácio de Loyola uma inspiração e um modo cristão de se fazer presente nesse mundo vasto e complicado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: